Busca
Classificação de assuntos:

Pesquisa por palavra-chave:


Últimas Notícias
  • 25-05-2018
    Atendimento
    A Seção de Cobrança do Cremesp estará atendendo, temporariamente, no 3º andar do edifício da sede Frei Caneca, em São Paulo.
  • 25-05-2018
    Educação
    Inscrições para o Exame do Cremesp 2018 são prorrogadas e podem ser feitas de 28 de maio a 1o de junho
  • 25-05-2018
    Inclusão
    Fórum de Debates discute o atleta trans e o esporte competitivo
  • 25-05-2018
    Educação
    Workshop reúne escolas médicas para o desenvolvimento de estratégias de avaliação dos estudantes de Medicina
  • Notícias


    11-05-2018

    Lançamento

    Bioética: Dilemas e Diálogos Contemporâneos é a mais recente obra literária do Cremesp

    O Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp) lançou, nesta sexta-feira (11/05), a obra Bioética: Dilemas e Diálogos Contemporâneos, na sede do Conselho. O livro traz temas como o abortamento, aquecimento global, relação médico-paciente e Bioética e homoafetividade.

    Cuidados paliativos e Bioética, morte encefálica e crise moral foram capítulos exaltados pelo presidente do Cremesp, Lavínio Nilton Camarim, responsável pela abertura do evento. Durante sua apresentação, Camarim expôs o quão árduo foi o trabalho realizado e ressaltou sua importância. “Este é um compilado que vai ficar não só para o Brasil, pois ele tem estipe de relevância internacional”, afirmou.

    Para Antônio Pereira Filho, conselheiro e um dos coordenadores do livro, o resultado final só foi possível graças ao trabalho conjunto. “Este livro faz parte de uma construção coletiva, de uma câmara que se reúne todo mês e que discute Bioética com bastante profundidade”.

    José Marques Filho, também coordenador da obra e coordenador da Câmara Técnica Interdisciplinar de Bioética do Cremesp, enalteceu a 'ousadia' do Conselho ao criar este meio de discussão, que foi imprescindível para a realização do conteúdo. “A Câmara Interdisciplinar de Bioética é pioneira no Brasil. Todos os demais Conselhos só possuíam câmaras especializadas. A criação deste recurso é espetacular e inovador.”

    Dentre os autores, estiveram presentes a ex-presidente da Sociedade Brasileira de Bioética, Regina Parizi; Marcos de Almeida, professor da Escola Paulista de Medicina; Marco Aurélio Guimarães e Vera Lúcia Zaher, membros da Câmara Técnica Interdisciplinar de Bioética do Cremesp; Mauro Hilkner, delegado regional do Cremesp; Clóvis Francisco Constantino e Christian Barchifontaine, conselheiros do Cremesp.

     

    Plenária

    Gestão de Saúde: inovações e desafios foi o tema da plenária, que sucedeu o lançamento do livro. O debate teve como enfoque a atual situação da saúde no Brasil, ressaltando os âmbitos positivos e negativos que o país vem enfrentando.

    A introdução do tema foi exposta por Antônio Pereira Filho, que iniciou comparando a Saúde Suplementar e o Sistema Único de Saúde (SUS) que, segundo ele, possui inúmeros desfalques graças a ocorrências graves como fraudes e evasão fiscal. Além disto, enfatizou que muitos dos problemas decorrem não apenas de uma má gestão. “As pessoas acham que tudo se resume a problemas de gestão, quando na verdade enfrentamos problemas graves no financiamento”, afirmou.

    Para dar continuidade à plenária, Regina Parizi explicou como funciona o atual modelo de saúde, considerado neoliberal. Os valores cobrados pelas seguradoras e o uso de planos de saúde segmentados foram apontados como alguns dos principais transtornos de hoje em dia, uma vez que a grande parte da população não tem acesso a estes recursos. A médica também defendeu a participação da população nos debates e afirmou que teremos graves problemas ao longo do tempo. “Com o envelhecimento da população, a situação vai ficar ainda mais insustentável. Terá uma imensa quantidade de idosos sem acesso à saúde”.

    O presidente da Sociedade Brasileira de Bioética, Dirceu Bartolomeu Greco, finalizou a plenária manifestando extrema indignação e perplexidade com a atual situação do país. O termo Doenças decorrentes e perpetuadas da pobreza (DPPP) foi citado por ele como uma das maiores adversidades dos últimos tempos. “São doenças que recorrem da pobreza, e que são possibilitadas por ela”, explicou. Ele encerrou o debate com o aprimoramento de uma citação de Thucydides, dizendo que acredita que a Justiça prevalecerá quando aqueles afetados e indignados forem capazes de se emanciparem para a luta por seus direitos.

    Questões como violência, preconceito e falta de saneamento foram apontadas pelos palestrantes como causas cruciais da atual crise na saúde pública no Brasil. O SUS foi apresentado por eles como um recurso de grande valor e potencial, que tem tudo para se tornar cada vez mais um exemplo de eficiência e satisfação.

     

    Fotos: Osmar Bustos


    Este conteúdo teve 618 acessos.


    CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SÃO PAULO
    CNPJ: 63.106.843/0001-97

    Sede - Frei Caneca: Rua Frei Caneca, 1282
    Consolação - São Paulo/SP - 01307-002

    Subsede - Vila Mariana: Rua Domingos de Moraes, 1810
    Vila Mariana – São Paulo/SP - 04010-200

    Sede - Consolação: Rua da Consolação, 753
    (Sem atendimento ao público)
    Centro - São Paulo/SP - 01301-910

    CENTRAL DE ATENDIMENTO TELEFÔNICO
    (11) 5908-5600 (de segunda a sexta feira, das 8h às 20h)

    HORÁRIO DE EXPEDIENTE PARA PROTOCOLOS
    De segunda a sexta-feira, das 9h às 18h


    ESTACIONAMENTOS : NOVOS CONVÊNIOS

    CONTATOS

    Regionais do Cremesp:

    Conselhos de Medicina:


    © 2001-2018 cremesp.org.br Todos os direitos reservados. Código de conduta online. 147 usuários on-line - 618
    Este site é melhor visualizado em Internet Explorer 8 ou superior, Firefox 40 ou superior e Chrome 46 ou superior