PESQUISA  
 
Nesta Edição
Todas as edições


CAPA

PONTO DE PARTIDA (PÁG. 1)
Cremesp 60 anos: Medicina ética e decisões históricas


ENTREVISTA (PÁG. 4)
Nelson Guimarães Proença


CRÔNICA (PÁG. 12)
O mundo correu tanto que parou


HISTÓRIA (PÁG. 14)
Defesa da ética médica e vanguardismo


REPERCUSSÃO (PÁG. 34)
O que significa o Cremesp?


EM FOCO (PÁG. 36)
Perfil do médico paulista está em transformação


COMUNICAÇÃO (PÁG. 38)
Comunicação


CULTURA (PÁG. 41)
A Medicina nas obras de Tide Hellmeister,o mestre da colagem


FUTURO
Os próximos 60 anos


FOTOPOESIA (PÁG. 48)
Fotopoesia


GALERIA DE FOTOS


Edição 81 - Outubro/Novembro/Dezembro de 2017

REPERCUSSÃO (PÁG. 34)

O que significa o Cremesp?

O que significa o Cremesp?

Peculiaridades e nuances
“A atividade médica, por sua complexidade e relação direta com os pacientes, apresenta peculiaridades, dificuldades e nuances únicas entre todas as profissões. O Cremesp trabalha para que pacientes e médicos atinjam os melhores resultados possíveis, respeitando estas características, dentro das melhores práticas de ética e segurança.”
 

Paulo Hoff
Médico oncologista e diretor-geral do Instituto do Câncer de São Paulo Octavio Frias de Oliveira (Icesp)

 

Defesa de melhores condições de saúde
“Ao longo dos anos, o Cremesp, além de sua missão da supervisão ética, tem trabalhado na defesa de melhores condições de saúde para a sociedade, por avanços na formação de futuros médicos e tem sido o grande centro de discussão das questões éticas, bioéticas e sociais frente às inovações tecnológicas que se apresentam na área da saúde.” 

Margareth Priel
Médica e membro da Câmara Técnica de Bioética

Preceitos éticos
“O Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp) é importante porque regulamenta o bom exercício da medicina, o que garante para a sociedade um atendimento respaldado em preceitos éticos. O Sindicato dos Médicos de São Paulo (Simesp) e o Cremesp são entidades que se complementam porque, juntas, lutam por boas condições de trabalho e atendimento, garantia de ofertas de insumos e remuneração adequada.”

Eder Gatti
Presidente do Sindicato dos Médicos de São Paulo (Simesp)

 

Informação e orientação
O Cremesp tem sido fundamental para normatizar o exercício profissional, principalmente nos últimos anos. A informação e a orientação têm sido colocadas à frente da punição. A comunidade médica tem sentido a importância da conduta baseada em princípios discutidos pelos seus pares, de maneira democrática e transparente. A pronta manifestação da diretoria em várias situações em que foi exigida também merece nossa admiração.

Antonio Carlos Barbosa Cintra de Souza
Médico clínico geral

 

Função didática
“A importância dos Conselhos de Medicina na vida dos médicos deriva, em princípio, do fato de ser o órgão que baliza e regulamenta o exercício da profissão médica. Entretanto, dois outros importantes aspectos da atividade conselhal merecem ser destacados: a função didática que os delegados exercem junto às Comissões de Ética Médica, colaborando significativamente para a sua capacitação, e o desenvolvimento de Programas de Educação Médica Continuada (PEMC) que determinadas Câmaras Técnicas, como a de Cirurgia Pediátrica, oferecem mensalmente, tornando acessível para todos os especialistas, em qualquer rincão do país, a atualização em temas científicos de grande interesse.”

José Roberto de Souza Baratella
Presidente da Academia de Medicina de São Paulo

 

Em prol da sociedade e da Medicina
“O Cremesp, sem dúvida, é a entidade que mais trabalhou em prol da sociedade, da medicina e dos médicos nesses 60 anos de existência.” 

Eduardo Dib Abud
Médico auditor

 

Atuação consistente
“O Cremesp é uma instituição consolidada na representação da categoria médica do Estado de São Paulo, com relevância nacional e atuação consistente na busca incessante por qualidade no exercício da Medicina, na fiscalização das instituições de saúde e das políticas públicas de saúde, bem como na sua contribuição para o aperfeiçoamento do ensino nas universidades e faculdades. Tenho profunda admiração pelo Conselho e sei do trabalho incansável de sua diretoria e conselheiros em busca da formação médica de excelência, e em favor do acesso à boa assistência médica pelos paulistas e brasileiros.” 

Roberto Kalil
Médico cardiologista, diretor clínico do Instituto do Coração (Incor) e professor livre docente da Faculdade de Medicina da USP (Fmusp)

 

Exame do Cremesp
O Cremesp é fundamental para os médicos e para a comunidade médica. Nós estamos em um momento de crise ética inadmissível, e está ficando muito comum o médico visar somente ao ganho financeiro e não pensar no paciente. O Conselho é o primeiro órgão oficial a fazer um trabalho de regulamentação, fiscalização e controle, atuando de forma contundente sobre o mau exercício da profissão. Além disso, acho essencial o trabalho do Exame do Cremesp. O número de escolas de Medicina tem aumentado muito no Brasil, enquanto o de bons professores diminui. Isso faz com que haja muitas formações deficientes. E o Exame é uma iniciativa muito importante para começar a combater isso.

Ediléia Bagatin
Dermatologista

 

Fortalecimento da profissão
“O Cremesp tem realizado um trabalho muito importante para o corpo médico do Hospital Santa Marcelina e tem ajudado, por meio de encontros e simpósios, a buscar respostas em relação a perguntas e situações difíceis nos hospitais e nas atividades médicas. Queria em particular agradecer o apoio do Cremesp no fortalecimento da especialidade de Medicina de Família e Comunidade, hospedando e apoiando a nossa Câmara Técnica. Conviver nas dependências do Cremesp em algumas ocasiões tem sido um grande aprendizado. Pe­ço benções para que o Cremesp continue o seu papel de Conselho e de fiscal, para fortalecer a nossa profissão, que é um grande dom para a sociedade quando bem vivido.”

Irmã Monique Bourget
Diretora técnica do Hospital Santa Marcelina e diretora da APS Santa Marcelina

 

Guardiões da saúde
“Os Conselhos de Medicina são um patrimônio institucional da sociedade brasileira. Obviamente têm como missão zelar pelo elevado padrão ético de nossa profissão, com base em princípios humanísticos como justiça, responsabilidade, dignidade, transparência. Tão nobre quanto disciplinar o exercício da medicina, fiscalizando, orientando e cobrando eficiência da gestão pública e privada, os Conselhos se posicionam desde sempre como guardiões de um dos bens mais preciosos de qualquer ser humano: a saúde. Invariavelmente estão presentes nas lutas por acesso univer-
sal, qualificação da assistência e outras tantas de extrema relevância”.

Florisval Meinão
Presidente da Associação Paulista de Medicina (APM)


Colaboraram: Amanda Alves e Julia Martins


 


Este conteúdo teve 945 acessos.


CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SÃO PAULO
CNPJ: 63.106.843/0001-97

Sede - Frei Caneca: Rua Frei Caneca, 1282
Consolação - São Paulo/SP - 01307-002

Subsede - Vila Mariana: Rua Domingos de Moraes, 1810
Vila Mariana – São Paulo/SP - 04010-200

Sede - Consolação: Rua da Consolação, 753
(Sem atendimento ao público)
Centro - São Paulo/SP - 01301-910

CENTRAL DE ATENDIMENTO TELEFÔNICO
(11) 5908-5600 (de segunda a sexta feira, das 8h às 20h)

HORÁRIO DE EXPEDIENTE PARA PROTOCOLOS
De segunda a sexta-feira, das 9h às 18h


ESTACIONAMENTOS : NOVOS CONVÊNIOS

CONTATOS

Regionais do Cremesp:

Conselhos de Medicina:


© 2001-2018 cremesp.org.br Todos os direitos reservados. Código de conduta online. 207 usuários on-line - 945
Este site é melhor visualizado em Internet Explorer 8 ou superior, Firefox 40 ou superior e Chrome 46 ou superior